Indicação de filme: Advogado do Diabo

1 fev

Título original: The Devil’s Advocate
Dirigido por Taylor Hackford
EUA, 1997 – 144 min.
Atores principais: Al Pacino, Keanu Reeves, Charlize Theron, Jeffrey Jones, Judith Ivey, Connie Nielsen, Craig T. Nelson, Tamara Tunie, Neal Jones, Ruben Santiago-Hudson, Debra Monk, Vyto Ruginis

Kevin Lomax (Keanu Reeves) é um jovem e muito bem sucedido advogado, que sempre ganha seus casos, por pior que seja o crime cometido por seus clientes.

Seu sucesso é notado e ele recebe uma proposta irrecusável para deixar o lugar onde vive no interior para instalar-se em Nova Iorque e trabalhar numa poderosa firma de advogados dirigida por John Milton (Al Pacino), que é o próprio Diabo, disfarçado na pele de um advogado bem sucedido. Al Pacino representa um personagem com quem é difícil não simpatizar, numa extremosa demonstração do poder sedutor das trevas.

Apesar dos avisos de sua mãe (Judith Ivey), uma protestante fervorosa, Lomax parte para a grande cidade acompanhado de sua bela esposa Mary Ann (Charlize Theron), e entra num mundo de riqueza e glamour. Passa a morar em um apartamento espaçoso e confortável, sendo convidado para festas da mais alta sociedade nova iorquina.

Mary Ann é a primeira a perceber que algo está errado, e tenta avisar seu marido, mas ele se envolve em um caso novo, no qual deve defender um milionário que está sendo acusado de matar a esposa, o enteado e uma criada.

Somente durante o andamento do processo, o jovem advogado começa a perceber que John Milton possui um lado estranho, obscuro, e assustador…

Curiosidade (Fonte: Wikipedia)
“Advogado do Diabo” é uma expressão que se refere àquele que defende uma proposta contrária à do interlocutor para testar sua firmeza e argumentação.

Antigamente, durante o processo de canonização pela Igreja Católica havia um Promotor da Fé (Latim Promotor Fidei), e um Advogado do Diabo (Latim advocatus diaboli), papéis desempenhados por advogados nomeados pela própria Igreja. O primeiro apresentava argumentos em favor da canonização o segundo fazia o contrário, ou seja, argumentava contra a canonização do candidato; era seu dever olhar cepticamente o processo, procurando lacunas nas provas de forma a poder dizer, por exemplo, que os milagres supostamente feitos eram falsos, etc.

O oficio de Advogado do Diabo foi estabelecido em 1587 e foi abolido pelo Papa João Paulo II em 1983. Isto causou uma subida dramática no número de indivíduos canonizados: cerca de 500 canonizados e mais de 1300 beatificados a partir desta data, enquanto apenas houvera 98 canonizações no periodo que vai de 1900 a 1983. Isto sugere que os Advogados do Diabo, de facto, reduziam o número de canonizações. Alguns pensam que terá sido um cargo útil para assegurar que tais procedimentos não ocorressem sem causa merecida, e que a santidade não era reconhecida com muita facilidade.

Hoje em dia o termo designa uma pessoa que discute a favor de um ponto de vista no qual não acredita, mas que o faz simplesmente para apresentar um argumento. Este processo pode vir a ser utilizado para testar a qualidade do argumento e identificar erros na sua estrutura.

Obs: O título do filme usou o sentido literal da expressão, e não o figurado citado acima.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: